sábado, julho 20, 2024
OpiniõesSéries

Tracker | Primeiras Impressões: Focada em Hartley, série precisa mostrar a que veio

E temos um especialista em rastreio na casa da CBS, e Tracker, estrelada por Justin Hartley estreou com o episódio “Klamath Falls” no último dia 11 de fevereiro na rede norte-americana. A série é baseada no livro The Never Game, de Jeffrey Deaver (O Colecionador de Ossos), e foi criada por Ben H. Winters (Legião). Este primeiro episódio tem roteiro dos dois.

A série investigativa segue uma cartilha simples, tem Colter (Hartley) como principal, um homem solitário que busca ajudar pessoas em risco, e assim ele procura desafios e recompensas, e no caminho foge de seu próprio passado, e de seu irmão, Russell. Este início acaba sendo bem morno, com algumas poucas reviravoltas que nos prendem, além de mostrar como seu lado fechado conquista mulheres e ao mesmo tempo as afastam.

ATENÇÃO!
O conteúdo abaixo contém spoilers

Tracker pode melhorar em seu desenvolvimento, mas neste momento inicial vemos a sua “equipe” sendo criada, como Velma (Abby McEnany) e Teddi (Robin Weigert)) que lhe dá suporte emocional e também lhe passa as próximas missões, ou Bob (Eric Graise), especialista em tecnologia. Faltou um melhor desenvolvimento do trio que o ajuda, mas vemos que ele confia nos três. Ainda vemos no episódio sua conturbada relação com Reenie (Fiona Rene), com quem teve um relacionamento e foi conturbado.

Da parte familiar, só descobrimos que o pai dele, Ashton (Lee Tergessen), passou por alguns problemas, e ao levar a família para uma cabana, acaba ficando agressivo, e ao sair, acaba falecendo, e no fim descobrimos que Russell tem algo a ver com isso, ao mesmo tempo que sua mãe, Mary (Wendy Crewson), esconde algo sombrio.

O caso do episódio em si foi o desaparecimento de um garoto de 14 anos, que acredita ter sumido com o seu pai biológico, mas aos poucos vemos que a trama se expande para um homem que acredita poder ficar milionário ao sequestrar o garoto. Faltou uma conexão maior na trama, não senti a urgência em salvar o menino, e no fim foi apenas algo superficial, mas que mostrou que Colter se importa com as pessoas que ele busca salvar.

Tracker precisa se esforçar mais em nos conectar a seus personagens, e ir além do carisma que temos por Hartley, que aprendemos a amar por conta de seu Kevin em This is Us. A trama pode melhorar mais a frente, mas precisa mostrar melhor a que veio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *