domingo, julho 21, 2024
DestaquesNotíciasTeatroVariedades

Anunciado os indicados ao 10º Prêmio Bibi Ferreira

Foram anunciados hoje (12) os indicados ao 10ª Prêmio Bibi Ferreira, que busca premiar a cena teatral e de teatro musical de São Paulo. Os indicados foram revelados no Instagram da premiação (@premiobibiferreira) e estavam elegíveis espetáculos entre os dias 1º de julho de 2022 e 31 de junho de 2023.

Em Peça de Teatro, Gaslight – Uma Relação Tóxica recebeu um total de 9 indicações, seguida por A Herança com 7 e F(r)icções com 5. Já em Musicais, Once, o Musical e Alguma Coisa Podre ficaram com 11 indicações, e Marrom, o Musical com 8 indicações.

Confira os indicados a 10ª edição do Prêmio Bibi Ferreira:

Melhor Peça de Teatro

  • A Herança
  • A Última Sessão de Freud
  • F(r)icções
  • Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Veraneio

Melhor Musical

  • Alguma Coisa Podre
  • Anastasia, o Musical
  • Bonnie & Clyde
  • Jacksons do Pandeiro
  • Marrom, o Musical
  • Once, o Musical
  • West Side Story

Melhor Musical Brasileiro

  • Clube de Esquina – Os Sonhos Não Envelhecem
  • Jacksons do Pandeiro
  • Marrom, o Musical
  • Ney Matogrosso, Homem com H, o Musical
  • O Bem Amado Musicado

Melhor Musical Off

  • A Igreja do Diabo – Um Musical Imoral e Hilário
  • Glam, o Musical
  • Tempo Certo, o Musical

Melhor Atriz em Peça de Teatro

  • Clarisse Abujamra, por Veraneio
  • Eliane Giardini, por Intimidade Indescente
  • Grace Gianoukas, por Nasci pra ser Dercy
  • Léa Garcia (in memorian), por A Vida Não é Justa
  • Vera Holtz, por F(r)icções

Melhor Atriz em Musicais

  • Bruna Guerin, por Once, o Musical
  • Eline Porto, por Bonnie & Clyde
  • Giovanna Rangel, por Anastasia, o Musical
  • Giulia Nadruz, por West Side Story
  • Luciana Braga, por Judy – O Arco-Íris é Aqui

Melhor Ator em Peça de Teatro

  • Emiliano Queiroz, por A Vida Não é Justa
  • Fulvio Stefanini, por O Pai
  • Giovani Tozi, por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Marco Antônio Pâmio, por A Herança
  • Odilon Wagner, por A Última Sessão de Freud

Melhor Ator em Musicais

  • Beto Sargentelli, por Bonnie & Clyde
  • Beto Sargentelli, por West Side Story
  • Marcos Veras, por Alguma Coisa Podre
  • Renan Mattos, por Ney Matogrosso, Um Homem com H, o Musical
  • Tiago Barbosa, por Clube de Esquina – Os Sonhos Não Envelhecem

Melhor Atriz Coadjuvante em Peça de Teatro

  • Deborah Evelyn, por Três Mulheres Altas
  • Kéfera Buchmann, por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Miriam Melher, por A Herança
  • Neusa Maria Faro (in memorian), por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Renata Ricci, por Ponto a Ponto

Melhor Atriz Coajuvante em Musicais

  • Letícia Soares, por Marrom, o Musical
  • Luciana Ramanzini, por O Pequeno Príncipe, o Musical
  • Carol Costa, por Anastacia, o Musical
  • Liane Maya, por Além do Ar – Um Musical Inspirado em Santos Dumont
  • Bel Lima, por Alguma Coisa Podre

Melhor Ator Coadjuvante em Peça de Teatro

  • André Torquato, por A Herança
  • Fernando Pavão, por Mary Stuart
  • Leandro Lima, por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Maurício de Barros, por Veraneio
  • Rafael Primot, por A Herança

Melhor Ator Coadjuvante em Musicais

  • Andre Torquato, por West Side Story
  • Claudio Lins, por Bonnie & Clyde
  • George Sauna, por Alguma Coisa Podre
  • Marco França, por O Bem Amado Musicado
  • Tiago Abravanel, por Anastasia, o Musical

Revelação em Musicais

  • Anastácia Lia, por Marrom, o Musical
  • Edyelle Brandão, por A Igreja do Diabo – Um Musical Imoral e Hilário
  • Lucas Lima, por Once, o Musical
  • Luis Vasconcelos, por Sidney Magal: Muito Mais que um Amante Latino
  • Matilla, por Los Hermanos – Musical Pré-Fabricado

Melhor Direção em Peça de Teatro

  • Fernando Philbert, por Três Mulheres Altas
  • Jô Soares (in memorian) e Mauricio Guilherme, por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Nelson Baskerville, por Mary Stuart
  • Rodrigo Portella, por F(r)icções
  • Zé Henrique de Paula, por A Herança

Melhor Direção em Musical

  • Duda Maia, por Jacksons do Pandeiro
  • Gustavo Barchilon, por Alguma Coisa Podre
  • Miguel Falabella, por Marrom, o Musical
  • Ricardo Grasson, por O Bem Amado Musicado
  • Zé Henrique de Paula, por Once, o Musical

Melhor Direção Musical em Musicais

  • Alfredo Del-Penho e Beto Lemos, por Jacksons do Pandeiro
  • Claudio Crus, por West Side Story
  • Fernanda Maia, por Once, o Musical
  • Thiago Gimenes, por Alguma Coisa Podre
  • Thiago Rodrigues, por Anastacia, o Musical

Melhor Coreografia em Musicais

  • Alonso Barros, por Alguma Coisa Podre
  • Barbara Guerra e Rafael Machado, por Marrom, o Musical
  • Gabriel Malo, por Once, o Musical
  • Kátia Barros, por O Pequeno Príncipe, o Musical
  • Keyla Bueno, por Bonnie & Clyde

Melhor Dramaturgia Original em Peça de Teatro

  • Andréa Pachá, por A Vida Não é Justa
  • Kiko Rieser, por Nasci pra ser Dercy
  • Leonardo Cortez, por Veraneio

Melhor Dramaturgia Original em Musicais

  • Emilio Boechat e Maria Toleto, por Ney Matogrosso, Homem com H, o Musical
  • Fernanda Brandalise, por Clube da Esquina – Os Sonhos Não Envelhecem
  • Flávio Marinho, por Judy – O Arco-Íris é Aqui
  • Guilherme Gila, por A Igreja do Diabo – Um Musical Imoral e Hilário
  • Sheila Dryzun, por O Pequeno Príncipe, o Musical

Melhor Letra & Musical Original em Musicais

  • Danilo Moura e Mau Alves, por Glam, o Musical
  • Marco França, Newton Moreno e Zeca Baleiro, por O Bem Amado Musicado
  • Marcus Vinicius Silva, Maria Zélia Marão, Sheila Dryzun e Thiago Gimenes, por O Pequeno Príncipe, o Musical

Melhor Cenografia em Peça de Teatro

  • Bia Junqueira, por F(r)icções
  • Marco Lima, por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Marisa Bentivegna, por Mary Stuart

Melhor Cenografia em Musicais

  • Cesar Costa e Zé Henrique de Paula, por Once, o Musical
  • Duda Arruk, por Alguma Coisa Podre
  • Rogerio Falcão, por O Pequeno Príncipe, o Musical

Melhor Figurino em Peça de Teatro

  • Karen Brusttolin, por Dom Quizote
  • Karen Brusttolin, por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Tiago Ribeiro, por Três Mulheres Altas

Melhor Figurino em Musicais

  • Fábio Namatame, por Alguma Coisa Podre
  • Theodoro Cochrane, por Once, o Musical
  • Theodoro Cochrane, por O Pequeno Príncipe, o Musical

Melhor Visagismo em Musicais

  • Alisson Rodrigues, por O Bem Amado Musicado
  • Anderson Bueno, por O Pequeno Príncipe, o Musical
  • Feliciano San Roman, por Alguma Coisa Podre

Melhor Arranjo Original em Musicais

  • Daniel Rocha, por Ney Matogrosso, Homem com H, o Musical
  • Guilherme Terra, por Marrom, o Musical
  • Jules Vandystadt, por Elas Brilham – Doc Musical

Melhor Versão em Musicais

  • Claudio Botelho, por Alguma Coisa Podre
  • Mariana Elisabetsky, por Once, o Musical
  • Rafael Oliveira, por Bonnie & Clyde

Melhor Desenho de Luz em Peça de Teatro

  • César Pivetti, por Gaslight – Uma Relação Tóxica
  • Fran Barros e Tulio Pezzoni, por A Herança
  • Paulo César Medeiros, por F(r)icções

Melhor Desenho de Luz em Musicais

  • César Pivetti, por O Bem Amado Musicado
  • Fran Barros e Tulio Pezzoni, por Once, O Musical
  • Wagner Antônio, por Museu Nacional

Melhor Desenho de Som em Musicais

  • Audio S.A., por Marrom, o Musical
  • Gabriel D’Angelo, por Jacksons do Pandeiro
  • João Henrique Baracho, por Once, o Musical

Em breve serão revelado os dados da entrega do Prêmio Bibi Ferreira.

[ATUALIZAÇÃO: 13/09/2023 – 16:35]

O 10º Prêmio Bibi Ferreira terá sua cerimônia de entrega no dia 17 de outubro, diretamente do Teatro Santander, em São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *