sábado, julho 20, 2024
OpiniõesTeatroVariedades

A Vida Passou por Aqui | Crítica: Com leveza, peça fala de companheirismos e mostra os dramas complicados da vida

Em nova temporada em São Paulo, a peça A Vida Passou por Aqui está em cartaz no Teatro UOL, e com interpretações magníficas de Claudia Mauro e Édio Nunes, vale muito conferir a produção.

A Vida Passou por Aqui tem direção de Alice Borges e entrega um drama leve e divertido, que nos faz pensar na importância dos amigos e em como devemos encarar a vida, mesmo durante suas adversidades.

Mauro entrega uma brilhante atuação com o passar do tempo de sua personagem, Silvia, mostrando uma potência absurda ao ir de uma senhora de quase 80 anos, que passou por um AVC, para uma jovem começando no trabalho. Sua expressão corporal é certeira, e ao mesmo tempo entrega uma leveza incrível.

Nunes não fica atrás, dando um ar malandro a seu personagem, e nos fazendo estar sempre sorrindo e querendo confortar sua amiga. Suas dores são mostradas, e ainda mais a sua gratidão para essa amiga.

a vida passou por aqui
Crédito: Imagem retirada do Instagram da peça

O texto de Mauro é convidativo e logo em seu início já nos prende, mostrando que A Vida Passou por Aqui tem sua força nos detalhes, na emoção e também no fato de nos identificar com esses personagens.

E a trilha sonora é um desbunde a parte, com Chico Buarque, Maria Bethânia, as danças coreografadas para a gafieira, e é com muito bom humor que A Vida Passou por Aqui realmente nos passa esse bom humor.

Convivência, amizade, companheirismos, carinho, tudo isso é magistralmente apresentado em A Vida Passou por Aqui. O melhor é agora saber que a obra será adaptada para os cinemas, o que traz uma ansiedade boa para ver como irão mostrar essas conexões de Silvia e Floriano, sem perder a graciosidade dos palcos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *